Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se sou mais que uma pedra ou uma planta? Não sei. Sou diferente. Não sei o que é mais ou menos (Fernando Pessoa - Poemas Inconjuntos)


uns devaneios em forma de quase verso...


As velhas no expresso
não se calam, o que irritam!
Só conversam e desesperam
quem com elas cohabita!
(Aí pobre de mim, sem saber para comentar
as últimas do social...)

Ponho os phones nos ouvidos
Concentro-me nas minhas horas
Nas letras que as habitam
nas palavras que as formam

As velhas no expresso
Divertem quem as quer ouvir
são espertas, sem espertice
às vezes chatas, mas que se lixe!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor




Pesquisar

  Pesquisar no Blog