Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se sou mais que uma pedra ou uma planta? Não sei. Sou diferente. Não sei o que é mais ou menos (Fernando Pessoa - Poemas Inconjuntos)


13
Set10
Sou acometida frequentemente por inspirações nocturnas.... à noite tudo parece fazer sentido, as ideias que tenho parecem mais do que fenomenais (uau, como é que ainda não tinha pensado nisso?)


As últimas que tive davam conta:

- de uma estratégia para estudar diariamente todos aqueles assuntos que deveria saber na ponta da língua mas que, por algum motivo, não os sei…
- da forma fácil como iria cumprir o meu objectivo de recuperar a elegância perdida da minha adolescência (ou algo parecido)

Quando chego à parte da implementação, deparo-me com forças externas, que à luz do sol parecem mais fortes, a puxarem (ou empurrarem, que é imensamente mais fácil) noutro sentido… seja as vozes que só fazem desmoralizar, seja os equipamentos informáticos que não participam, seja a mão que oferece uma alternativa menos saudável ao meu objectivo primeiro! Com tudo isto as forças internas, que já bichanavam no sentido oposto ao meu desejo, ganham força, ganham corpo e conduzem-me novamente para aquele nível pré-inspiração, levam a que o ciclo se reinicie, com mais ou menos força ou paixão…


Se sou fraca, talvez o seja, sinto-me várias vezes uma miúda pequena e não uma mulher com M grande! O que me falta para crescer, no íntimo até sei, é somente a minha força interna que tem de furar através da capa de menina indefesa, fazer esse m pequenino ganhar altura suficiente para ultrapassar todos aqueles M’s e H’s que insistem em ensombrarem o meu!


Um dia ainda vou ganhar coragem para dizer tudo o que penso e sinto de forma honesta, sem meias palavras ou palavras e meia…

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor




Pesquisar

  Pesquisar no Blog