Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Se sou mais que uma pedra ou uma planta? Não sei. Sou diferente. Não sei o que é mais ou menos (Fernando Pessoa - Poemas Inconjuntos)


Depois de ler nos blogs diariodeleituras e livroseoutrasmanias referências a um livro de Camilo Castelo Branco, fiquei com vontade de reler este autor português.

Fui à biblioteca do meu pai, onde consta uma colecção do Circulo de Leitores dedicada ao autor (24 volumes). Da colecção não consta o livro abordado nos blogs que citei ("O Que Fazem Mulheres"), portanto agarrei noutro, um pouco ao acaso (desta colecção li uns 3 livros, penso eu).

Escolhi o livro “Onde está a felicidade”, romance publicado em 1856. 

 

Primeiras impressões: já me tinha esquecido de como pode ser engraçado e difícil a leitura de clássicos da literatura portuguesa. Camilo tem uma escrita mordaz, sarcástica, romântica mas, ao mesmo tempo, os termos utilizados e as características da escrita, adequada à época dele, podem não ser fáceis na actualidade.

Deixo um “cheirinho” de uma das primeiras páginas. Atentem na descrição feita ao assassínio do Fidalgo da Bandeirinha…um "mimo"!  

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor




Pesquisar

  Pesquisar no Blog